Carnaval em Recife/Olinda

O carnaval de Recife e Olinda é o carnaval mais cultural do Brasil. São vários ritmos musicais, muitas manifestações populares e culturais... tem frevo, maracatu, samba, mpb, rock... tem caboclos de lança, caboclinhos, afoxés, encontros de bois e ursos, escolas de samba, blocos líricos... tem ladeiras e blocos de rua, tem palcos e shows de diversas bandas e diversos ritmos... é realmente um carnaval multicultural!

E todo mundo - crianças e adultos, jovens e velhos - vai pras ruas fantasiado para brincar em um carnaval democrático e pacífico (não vi roubos, furtos nem grandes confusões!)

E eu fui conferir esse carnaval tão lindo!

Fui recebida, na abertura do carnaval de Olinda, por Alceu Valença cantando "Voltei Recife"

"Quero sentir a embriaguez do frevo que entra na cabeça, depois toma o corpo e acaba no pé" (Alceu Valença)

Ainda na primeira noite conheci mais da cultura olindense, com a Orquestra Contemporânea de Olinda. Depois do show fui para o tradicional Xinxim (bar local) onde aprendi passos de coco com um pessoal super animado que tocava ciranda, coco e frevo no pandeiro! Isso além de fazer amigos olindenses!

Na 6a feira foi o dia da abertura do carnaval do Recife. No Marco Zero iluminado, me emocionei com Milton Nascimento e me diverti aprendendo as letras dos frevos mais famosos, cantados por diversos artistas pernambucanos e brasileiros.

"Queiram ou não queiram os juízes

O nosso bloco é de fato campeão

E se aqui estamos, cantando esta canção

Viemos defender a nossa tradição

E dizer bem alto que a injustiça dói
Nós somos madeira de lei que cupim não rói"
(Capiba)


O sábado começou cedo, nas ladeiras de Oinda, onde vimos passar diversos blocos de maracatu e frevo, em frente à prefeitura toda decorada para o carnaval. À tarde encontrei com o pessoal do Couchsurfing para curtir o bloco "Tá bom, a gente freva", um pessoal que gosta de rock e que, no carnaval, toca de Beatles a Michael Jackson - tudo em ritmo de frevo!


Também tive a experiência de descer arrastada pela multidão do bloco "Eu acho é pouco", um dos mais famosos e amados de Olinda, enquanto cantavam

"Olinda! Quero cantar a ti esta canção

Teus coqueirais, o teu sol, o teu mar

Faz vibrar meu coração, de amor a sonhar

Em Olinda sem igual

Salve o teu Carnaval!"

(Hino do Elefante) 

E à noite, no Marco Zero, me embalei ao som de Zelia Duncan. Mas foi Lenine - que parece ser o artista mais querido de Pernambuco - que fez o que foi, para mim, o melhor show do carnaval. Ele tocou por 2 horas incansáveis, todos os seus sucessos. E me arrepiei quando, ao voltar para o bis, Lenine anunciou: "Vocês achavam mesmo que eu ia embora sem tocar Leão do Norte?"

"Eu sou mameluco, sou de casa forte
Sou de Pernambuco, eu sou Leão do Norte"
(Lenine)

E aí eu me senti pernambucana e me uni ao coro que gritava "Ah, é Pernambuco!"

No domingo conheci o humor ácido do "Quanta Ladeira", bloco que faz paródias tirando sarro de todos os temas atuais...

"Fizeram um parque esquisito na praia de Boa Viagem
Botaram dois prédios redondo em formato de cu

O parque é feio de cima, de costas e de frente

Fizeram tudo diferente

Fuderam a mãe do presidente

A Dona Lindu"

(no ritmo de "La Belle de Jour")

Depois vi passar os caboclos de lança do maracatu rural, com suas belíssimas e pesadas fantasias, cantei com Zeca Baleiro, conheci Otto (cantor pernambucano) e pulei e gritei muito no show dos Titãs.
Depois do show, ainda esperamos o dia raiar na ponte que liga o Recife Antigo ao bairro de São José... e me admirei com a beleza do cenário formado pelas pontes e o Capibaribe ali no centro do Recife.

Na segunda-feira aprendi passos de frevo seguindo o Bloco da Ema pelas ladeiras de Olinda, conheci o Pátio de São Pedro, no centro do Recife, onde vi tocar a Orquestra Rockfônica de Frevo (uma orquestra completa de frevo que toca sucessos do Kiss, Metallica e outros! genial!!)

Também vi desfilar vários blocos de maracatu no palco afro do Pátio do Terço, admirei a beleza das fantasias dos personagens do maracatu e as batidas fortes das alfaias. E terminei a noite sendo abençoada pelas orações da Noite dos Tambores Silenciosos.

No último dia do carnaval, comecei o dia vendo o desfile de Bonecos Gigantes de Olinda. Depois passei o dia com o bloco da Zebra, do bairro de Umuarama, Olinda, onde fui recebida com muito carinho por todos. Subi e desci ladeiras dando meus passinhos de frevo... e depois, umas horinhas de descanso para aguentar a noite, que prometia!

E à noite enfrentei a multidão do Marco Zero para dançar ao som de Elba Ramalho, cantar com Caetano Veloso e coroar a noite com o show que, para mim, é a tradução do carnaval do Recife: Alceu Valença no Marco Zero!!


Mas a noite não terminava por aí! Sentados no chão do marco zero, vendo os prédios iluminados, me emocionei vendo os fogos de artifício e as diversas orquestras de frevo saudando o amanhecer!

"É lindo ver ver o dia amanhecer, 

ouvir ao longe pastorinhas mil, 

dizendo bem, que o Recife tem, 

o carnaval melhor do meu Brasil"



E depois de tocar todos os frevos que aprendi nesses 6 dias de carnaval, tocaram o hino de Pernambuco, que foi cantado em coro pela multidão:

"Salve! Ó terra dos altos coqueiros!

De belezas soberbo estendal!

Nova Roma de bravos guerreiros

Pernambuco, imortal! Imortal!"
E dali, seguiram todos - orquestras de frevo e toda a multidão que ainda persistia em brincar o carnaval - pelo marco zero, nos últimos passos de frevo do carnaval.

"É de fazer chorar, quando o dia amanhece e obriga o frevo acabar

Oh quarta-feira ingrata chega tão depressa só pra contrariar"


E assim, exausta e feliz, fui embora as 8h da manhã, depois de 6 dias de folia. Obrigada ao meu guia olindense que me apresentou o melhor carnaval do Brasil através de seus olhos! :D

Comentários(4)

4 Response to "Carnaval em Recife/Olinda"

  1. Nathy, on fevereiro 14, 2013 said:

    Bárbara! Tua descrição do carnaval daqui de Recife e Olinda foi PERFEITA! Fico feliz que você tenha se envolvido e sentido, como nós, o porque de amarmos essa festa linda! Parabéns!

  2. emfmarinho, on fevereiro 14, 2013 said:

    Bá, eu morrendo de saudades de minha terra e leio isso... muito lindo. Espero que seja o primeiro de muitos carnavais.. e nos próximos, que eu também esteja lá, né ? né ? :)

    Show !!!

    Beijos. Edson

  3. Carolina, on fevereiro 14, 2013 said:

    Bah! Arrasou na descrição de um carnaval lindo e emocionante. Ser pernambucano é muito de deixar-se levar pelo amor arrebatador... E o carnaval faz isso tão bem com a gente.

    Volta sempre!

  4. Bárbara, on fevereiro 15, 2013 said:

    Obrigada, Nathy, Edson e Carol!! :)

    O carnaval de vocês é lindo e eu descrevi o que vivi nessa terra linda de vocês! ;)

    Espero voltar para mais carnavais... e sim, espero que tu esteja aqui também, Edson!! :)