São João del Rei

Em São João passeei pela cidade que refletias com teu olhar quando observavas as ruas, as casas, as paredes da universidade... 


Segui teus passos pela cidade sem saber se estávamos em 2014 ou em 2004, sem saber se o que eu via estava lá de fato ou havia estado e me relatavas com tuas memórias.

Subi contigo as ladeiras que te levavam todos os dias a um novo desafio, senti tua dor ao ver que algumas coisas não estão mais lá – e senti que algo de ti também não está mais – mas encontrei em São João o que levas dentro de ti: a tua força. E junto contigo, colhi pedaços teus pelos caminhos que percorremos.


Nos teus reencontros com personagens do passado vi brilhar em teus olhos a luz que te fez ficar quando parecia que terias que desistir. E não pude deixar de notar o orgulho e a admiração deles por quem tu te tornaste.

A cada passeio, quando me apontavas tuas casas, tua sala de aula, teus lugares de trabalho... fui montando o quebra-cabeças que te faz ser quem és hoje.

E nesse caminhar pelo passado, conhecendo a tua São João, entendi que, como a cidade, tu és feito de pedra e estanho – mas manténs a suavidade e a leveza das rosas que florescem por todos os jardins de São João...


Comentários (1)comentários

1 Response to "São João del Rei"

  1. Adriano Santos, on maio 06, 2014 said:

    O que dizer depois dessas belíssimas palavras? É uma grande alegria dividir uma vida ao teu lado.