Primeira vez em Buenos Aires - o que fazer em 4 dias

Recentemente fui a Buenos Aires com o Adriano - que visitava a capital argentina pela primeira vez... E então pude ver a cidade com olhos de turista outra vez!

Como meus amigos vivem me perguntando dicas de Buenos Aires, resolvi resumir aqui no blog tudo o que fizemos em Buenos Aires em 4 dias...

Pra começo de conversa: o Rio da Prata!

O "rio más ancho" da música da Bersuit Vergarabat é formado pela junção do rio Paraná e o rio Uruguay. Ele banha Buenos Aires, Montevideo e vai até Punta del Este, onde se encontra com o mar ("porque la nuestra es agua de rio mezclada con mar").

Ele também banha Colonia do Sacramento, no Uruguay, cidadezinha colonial e linda! Que foi nosso ponto de partida para Buenos Aires - sim! Porque nós chegamos na cidade pelo lado mais incrível: o do rio!!

Só a viagem de barco cruzando o Rio da Prata já é um espetáculo à parte (ainda mais se a viagem for no final da tarde e tu conseguir ver o sol se pondo e os edifícios de Buenos Aires se aproximando ao mesmo tempo...)


Dia 1 - Os Imperdíveis

Sim! Porque não dá pra visitar Bs As e não ver a Casa Rosada, a Plaza de Mayo, o Obelisco, a 9 de Julio, a Av. de Maio...

Nós iniciamos o dia caminhado pela "calle más larga" (9 de Julio), indo até o obelisco...

"Gigantes como el obelisco"

Depois andamos pela Florida, a rua das lojas, das compras... e dos inúmeros cambistas que anunciam o tempo todo que "cambio dolar, troco real"... Confesso que me decepcionei com a Florida nessa viagem... tomada por turistas (principalmente brasileiros), perdeu a graça, o tango, o charme e virou um grande mercado...

Chegando na Plaza de Mayo, respira-se história... palco da revolução que deu início à independência da Argentina (e de diversos outros países da América do Sul), espaço de luta das mães e avós que até hoje procuram seus filhos e netos desaparecidos (e que alegria a notícia dessa semana: a líder do movimento encontrou seu neto!) e lugar de homenagem aos soldados das Malvinas... além de ser ponto de encontro de manifestantes e palco de shows pátrios (como o que assisti em 2004, no dia 25/05, com Charly Garcia cantando o hino nacional)
PS: sim, o Charly sempre quebra a guitarra no final!

Ao redor da praça, vários prédios históricos e culturais... visitamos a catedral (segundo o Adriano, a mais linda que ele já visitou) e a Casa Rosada (sim! aos domingos é possível entrar e visitar a casa de governo)



Saindo da praça, é possível seguir caminhando pela Av. de Mayo, visitar seus inúmeros sebos e, claro, o Café Tortoni! O Tortoni é um dos cafés mais antigos da cidade e foi frequentado por diversas figuras importantes (escritores, políticos, intelectuais) da capital portenha... Hoje é um café-museu-turístico... e vale a pena entrar e até tomar um cafezinho!

Outro destino possível é sair por trás da Casa Rosada e descer para o Puerto Madero, antiga zona portuária da cidade que foi reformada para abrigar restaurantes e cafés chiques. Andar por lá é agradável e de lá é possível ver a arquitetura mais moderna da cidade, com suas pontes e os prédios mais altos... Mas também tem áreas verdes, banquinhos e é a única região do centro da cidade onde é possível conviver com o rio...



Dia 2 - O Bairro Tango

Ficamos hospedados no San Telmo, o bairro "tanguero" da cidade... o bairro da feirinha de antiguidades, o bairro da Mafalda...

No domingo o San Telmo se transforma inteiro em uma grande feira de antiguidades, artesanato, música, comida, roupa e diversas outras coisas (para os porto-alegrenses: é um brique da redenção gigante! para os curitibanos: é a feirinha do largo com tango! para os londrinos: é como se a feira de Notting Hill fosse no Camden Town! e na verdade é uma mistura de tudo isso! :) hehe)

No final da tarde, quando o pessoal da feira começa a recolher as barraquinhas, um palco é montado na Plaza Dorrego e, ao som de muito tango e milonga, casais locais dançam lindamente até a noite. O mais legal dessa "apresentação de tango a céu aberto" é que não é um show, ninguém te cobra moedas e, ainda por cima, tu pode tentar uns passinhos, se quiser!

E a noite do San Telmo? O bairro concentra diversos restaurantes, cafés, bares... tem desde cafés super antigos e tradicionais, restaurantes chiques com show de tango, até barzinhos com promoção de 2 litros de cerveja por 10 reais!

Ah, outra coisa imperdível no San Telmo: a foto com a Mafalda! :) 
Na esquina da Calle Defensa com a Chile, ela está lá, o dia todo, sentada em um banquinho e esperando que alguém venha sentar ao lado dela e conversar sobre o mundo!


E além da Mafalda, o "Paseo de la Historieta" tem estátuas de diversos personagens de tirinhas argentinas, com indicações de em qual direção e a quantos metros está o próximo personagem... vimos o Gaturro, Patoruzu e tantos outros...

Dia 3 - Parques e Praças - Recoleta e Palermo

Aproveitamos um dia de sol e passeamos por esses 2 bairros tradicionais da classe média alta portenha...

Andamos pelas ruazinhas de paralelepípedo tranquilas da Recoleta, pelas praças, igrejinhas... entramos no cemitério e visitamos os túmulos imponentes de grandes personagens argentinos...


Almoçamos em um típico restaurante de bairro no Barrio Norte, vizinho menos nobre da famosa Recoleta, e depois fomos fazer a digestão de tanta carne e massas andando pelos parques do Palermo.

Começando pela Plaza Italia, passamos pelo zoológico, Jardim Japonês, vários parques e áreas verdes... passamos pelo Museu Malba e fomos caminhando até chegar novamente na Recoleta e sentar para descansar vendo a flor que abre e fecha com o nascer e por do sol...


Pra terminar o dia, um passeio pela rua que seria a "Padre Chagas" portenha... e sentamos em um barzinho ao lado do cemitério pra tomar uma boa Quilmes Stout!

Dia 4 - La Boca

Nosso último dia em Buenos Aires teve chuva, muita chuva... então tivemos só a tarde para passear.

Fomos ao bairro que faltava: La Boca! Caminhamos pelo Caminito, vimos as casinhas coloridas, feitas de madeira, placas de containers e telhas e pintadas com tinta que sobrava dos navios do porto...

Agora o Papa também está no Caminito...

Também fomos até a Bombonera, estadio do Boca Juniors...


E assim podemos dizer que vimos todos os pontos mais turísticos da cidade...

Bônus - Outros imperdíveis em Buenos Aires

Nem só de ponto turístico vive a cidade! Por isso, outras coisas que tu precisa fazer lá:

* Tomar um sorvete! Os sorvetes argentinos estão entre os melhores do mundo!! E eles são vendidos em potes de 1kg, 1/2kg ou 1/4kg. Prove o sorvete de doce de leite! (eu arrisco dizer que qualquer sorveteria lá vai ser boa... mas se quiser uma bem tradicional, tente a Freddo)

* Conhecer o metrô! O "subte" portenho é super antigo... e até pouco tempo atrás ainda tinha trens com vagões de madeira!! Agora esses vagões antigos foram substituídos, mas passar pelo metro ainda é um programa interessante...


* Entrar nas livrarias e sebos! Acho que Buenos Aires é a cidade que conheço com a maior concentração de livrarias per capita!! E tem desde livrarias lidas e chiquérrimas até sebos em subsolos onde tu encontra diversas raridades... vale a pena nem que seja só pra olhar! (mas se quiser comprar livros em espanhol, os livros lá são bem mais baratos que no Brasil!) 

* Tomar um café! Na Argentina é muito comum as pessoas se encontrarem para um café ao final da tarde... e é muito gostoso sentar em uma mesinha na rua - ou dentro de um café bem quentinho quando faz frio lá fora - e tomar um bom café, de preferência acompanhado de uma fatia de torta ou um alfajor!

* Caminhar pela cidade, respirar a cultura pulsante da capital portenha... e, claro, interagir com os argentinos, ouvir suas histórias, aprender deles sua cultura, seu modo de vida - que é sempre a melhor forma de viajar: conhecendo a forma como vivem os locais! :)

Comentários(2)

2 Response to "Primeira vez em Buenos Aires - o que fazer em 4 dias"

  1. Adriano Santos, on agosto 08, 2014 said:

    Buenos Aires é imponente! Tem vida, tem alma! Uma pena que uma cidade tão linda e tão cheia de história esteja assim, sucateada. O maior prazer foi ver a cidade com os teus olhos.

  2. Beatrice Tedeschi, on agosto 14, 2014 said:

    Bom dia!

    Somos o site www.openeuropa.com. OpenEUropa é um projecto desenvolvido pela associação Rato e ocupa-se com a promoção da mobilidade internacional juvenil. Dado estarmos a atualizar a nossa página, queremos adicionar um capítulo sobre as histórias concretas das pessoas que já viveram este tipo de experiência. Se está interessado podemos publicar também o link do seu blog: http://www.barbarabasso.blogspot.pt/. Pode também escrever-nos uma pequena apresentação do seu blog (3/4 linhas) e será um prazer publicá-la.Pode responder através da nossa página Facebook.
    Se conhece outras pessoas que poderiam estar interessadas, pode mandar-nos o contacto delas.

    Muito obrigado
    O staff de openEUropa
    https://www.facebook.com/openeuropa
    https://twitter.com/openeuropa