Zadar

Meu objetivo na Croácia era visitar a AIESEC de lá, participar da conferência nacional deles e depois trabalhar com o pessoal do comitê nacional por uns dias pra definir quais são os passos que devem ser feitos pra eles atingirem seus objetivos para o ano…

…mas quando minhas reuniões terminaram e eu tinha o final de semana pela frente, disse “não posso ir embora da Croacia sem conhecer as praias”… somado a isso, fui convidada por uma das gurias da AIESEC Zagreb pra passar o fim de semana com ela, na casa de seus pais… fui!

A viagem pra Zadar cruza as montanhas, passando pelo outono e as árvores de todas as cores… tem uma parada lá no alto, onde é preciso colocar casaco pra descer do ônibus… atravessa túneis, contorna montanhas e finalmente cruza um túnel de 5km que é a porta de entrada da Dalmatia! E a paisagem muda com essa passagem… do colorido das árvores de outono, passa-se a uma região ensolarada, com uma agradável temperatura de 20 e poucos graus… e logo, logo já dá pra avistar o azulão do mar no pé das montanhas…

A cidade de Zadar é uma península rodeada pelo mar e por muros medievais que cercavam a cidade no passado... as ruas são estreitas passagens de pedras largas, brancas e escorregadiças... as igrejas e torres são de pedras opacas e se tornam alaranjadas a noite, com as luzes projetadas em suas paredes. O mar é de azul escuro e sem ondas... e a vista de cima da torre da igreja avista os telhados alaranjados da cidade antiga e também os prédios altos, novos e modernos da cidade nova...

Caminhar na cidade durante o dia tem cara de aula de história, com a universidade de mil trezentos e algo e as escavações que encontraram colunas romanas...

andar pelo calçadão à beira mar tem cara de férias, mas não tem cara de praia... é mais uma cidadezinha pacata e limpa beijada pelo mar do que a bagunça e festa da maioria das cidades-praia do Brasil...

No fim da tarde, as pessoas sentam pra escutar o mar tocar piano (sim, existe um “piano” que foi construido fazendo-se buracos nas pedras onde o mar entra e toca diferentes notas dependendo do vento e da dança das águas)... a música é relaxante e é o perfeito acompanhante para o pôr-do-sol... sol que mergulha no azul e nas ilhas, pintando de fogo as águas do mar...

Zadar à noite dá uma impressão de calma, tranquilidade e segurança... cafés cheios, ruas vazias... luzes iluminando as casinhas antigas, musica croata animando a noite e colocando os jovens a dançar... e a lua derramando seu branco no reflexo do mar...

Perto de Zadar também tem outros povoadinhos pequenos, outros lugares de acesso ao mar... Lugares de mar azul escuro, de paisagens incríveis de água, montanhas e céu... praias de pedra (e não areia) que não são convidativas para o banho de sol... mas águas límpidas e totalmente sem ondas que são muito convidativas para o banho de mar...


Pena que não era verão e eu não pude aproveitar a praia... mas valeu as paisagens... e ficou a vontade de voltar!

Comentários(2)

2 Response to "Zadar"

  1. Cesar Basso, on outubro 26, 2008 said:

    Pois,é...
    Tu já molhou teus pèzinhos na água de vários mares e oceanos.

  2. Barbara, on outubro 27, 2008 said:

    e eu adoro isso :)